<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d37485113\x26blogName\x3dmonoGAMEco\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://monogameco.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://monogameco.blogspot.com/\x26vt\x3d7037107917678615662', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
 



Estou jogando Final Fantasy III do Nintendo DS há alguns dias. Juro que tentei convencer a mim mesmo que eu era fã da série, mas desisti – pelo menos por enquanto. O motivo? Não tenho o tempo que gostaria de ter para me dedicar à FFXII. No entanto, passo algumas horas do meu dia dentro do ônibus (vida de estudante é foda) e, oportunamente, aproveito para jogar o meu DS. E com o lançamento de FFIII, vi que poderia ter a chance de me aproximar novamente da série que, há anos, eu tanto admirava.

Começa o jogo. Aquela velha historinha batida de sempre: um grupo de guerreiros é escolhido por uma força superior – a luz, o bem – para acabar com um ser supremo que ameaça o mundo: Xande – a escuridão. Sim, o nome do vilão é Xande (perde apenas para um RPG desconhecido do NES, chamado “Silva Saga” e que por sinal, também traz toda essa baboseira de luz e escuridão. Juro!). E sim, a história é tão fraca quanto esta breve descrição. Contraditóriamente, a série é conhecida pelos seus enredos mirabolantes, criativos e pelos personagens carismáticos – que sem dúvida é verdade, se pensarmos nos jogos posteriores à FFVI, mas não nos cinco primeiros. Digo isto por que em FFIII, pergunto a mim mesmo constantemente: “o que estou fazendo nesta dungeon?” Apesar da intenção dos desenvolvedores ser boa, a história do jogo não convence, os personagens não emocionam. Falta narrativa, diálogos melhores trabalhados. Ou seria eu um ser frio e sem emoção? Bem, levando em consideração que assisti ao belíssimo longa de animação Spirit há algumas semanas e chorei compulsivamente durante o filme todo, duvido que eu tenha algum tipo de disfunção emocional. Não, a história do jogo é que é ruim. E não cola a desculpa de que trata-se de um jogo de 1990, pois se a história é ruim hoje, ela também era ruim há 16 anos – lembrando que, naquela época, haviam jogos para PC com histórias mais elaboradas e com a mesma temática, como a série King´s Quest, ainda mais antiga que Final Fantasy.

Às vezes é bonitinho...

Por outro lado, temos gráficos bonitinhos (se você não se incomodar com texturas estouradas e objetos em 2D que fingem ser 3D) e um bom aproveitamento da touch screen (se não incomodar em segurar o DS com uma mão só enquanto, com a outra, tenta clicar corretamente nos menus minúsculos). Suficiente? Para os fãs, talvez. Para os que tentam ou fingem ser fãs, como eu, idem. Sim, por que mesmo que o jogo te dê sono – o que, teoricamente, representa seu baixo interesse pelo mesmo –, seja frustrante e lento pra cacete, ele ainda é Final Fantasy. É estranho. Nem 15 minutos de jogo e já vejo meu reflexo na tela do DS, com os olhos entrecerrados e a boca aberta, em um longo bocejo. Porém, por mais discrepante que pareço ser, quero sempre continuar, mesmo que acabem meus Phoenix Downs, mesmo que não dê para salvar o jogo antes de um chefe, mesmo que eu tenha vontade de atravessar meu DS com a stylus a cada vez que o FDP do meu Black Mage morre, mesmo que... ah, deu pra sacar né?


...às vezes não!

Falando sério. Do que adianta aprimoramentos cosméticos se não há inovação em absolutamente nenhum aspecto do jogo. Ok, trata-se de um remake e a intenção é manter a fidelidade ao original, mas ainda assim, é um dos principais RPGs do ano para o DS. Não é um jogo totalmente dispensável (fui extremamente razoável com ele em minha análise para a EGM Brasil, caso contrário, seria apedrejado), mas também não adiciona em absolutamente nada aos fãs do gênero. Faltou inovação.


Deixe seu comentário clicando aqui .



There

  1. Anonymous Carlos | 1/12/06 13:48 |  

    Pra variar, uma opinião competente e bem-humorada! Mais uma vez, parabéns!

  2. Anonymous Andrew Icarus | 6/12/06 00:27 |  

    Vou te matar!!!! Tu me faz um dos primeiro visitantes só pra eu ler vc execrando a MINHA série??

    KKKKK é nada Rique...se vem de tu, é pq é confiável...;)

    Procurarei visitar sempre q possível!!!

  3. Anonymous Fabio Bracht | 6/12/06 11:06 |  

    Eu nunca me interessei por FF. Até tenho vontade de jogar o XII, sabe... Mas no tempo que levaria pra terminar esse, eu consigo terminar o Psychonauts E o Destroy All Humans 2, que tão na fila faz tempo.

    O único que eu faço um pouco de questão de terminar é o VI. Quem sabe se sair no Virtual Console?

  4. Anonymous Fabio Bracht | 7/12/06 18:36 |  

    Vai ser um blog de um post só? :P

  5. Anonymous Anônimo | 12/2/07 17:30 |  

    Bush is forever saying that democracies do not invade other countries and start wars. Well, he did just that. He invaded Iraq, started a war, and killed people. What do you think? Why has bush turned our country from a country of hope and prosperity to a country of belligerence and fear.
    What happened to us, people? When did we become such lemmings?
    The more people that the government puts in jails, the safer we are told to think we are. The real terrorists are wherever they are, but they aren't living in a country with bars on the windows. We are.

  6. Anonymous Anônimo | 17/2/07 04:19 |  

    I`ve stumbled across your site. Nice!

    http://tinylink.com/?bXNbCNl5gw
    car insurance online quote